IA para Design Org

A plataforma de inteligência artificial para quem trabalha com mudança organizacional e cultural

Transforme Sua Prática com os Assistentes da TT

Como designer organizacionais e geeks, gostamos de encontrar caminhos para otimizar nosso trabalho e sobrar mais tempo livre.

Fomos desenvolvendo diversos assistentes para refinar ainda mais nossos serviços. Conseguimos resultados incríveis, reduzindo drasticamente o tempo que levamos para analisar os contextos das organizações e desenhar intervenções efetivas.

Decidimos que é hora de oferecer para você de forma estruturada e acessível o que construímos pra chegarmos mais longe juntos.

Os clientes de consultoria e alunos dos cursos abertos da TT tem acesso gratuito à plataforma.

Como ela vai te ajudar?

Evolução contínua

Estamos sempre atualizando nossos assistentes e adicionando novos recursos, já que essa é a ferramenta que usamos nas nossas consultorias.

Insights valiosos

Como designer organizacional e agente de mudança, a jornada pode ser desafiadora. A IA da TT está aqui para te acompanhar, oferecendo suporte e insights valiosos.

Interação por voz

Economize tempo e esforço interagindo com nossos assistentes via comando de voz. Mais praticidade e eficiência no seu dia a dia como org designer.

Baixo custo

Custa menos que a assinatura do ChatGPT e você tem acesso aos modelos de linguagem mais avançados (como o Claude Opus 3), ainda não disponíveis no Brasil.

Conheça os assistentes da plataforma

Brian

Brian

Escrita de acordos, descrição de papéis, responsabilidades e políticas organizacionais

David

Método Kanban, mapear processos, estimar limites de trabalho em progresso e definir cadências e critérios de pronto.

Donna

Donna

Loops causais, diagramas e análises detalhadas de fenômenos organizacionais complexos.

Edgar

Edgar

Investigação de problemas culturais, desenho de experimentos e análise de forças das tensões.

Luther

Luther

Hacking cultural, disseminação de experimentos, influência social e persuasão.

Mary

Mary

Autogestão, O2, meta-acordos, design organizacional emancipatório.

Roger

Roger

Análise de conversa