Mapa de Tensões

A alternativa certa pra quem não acredita mais em soluções de cultura vendidas por aí

Receba em poucas semanas um mapeamento detalhado com hipóteses e experimentos para implantar na sua organização e faça intervenções efetivas na cultura

Sabe aquelas iniciativas super bacanas?

  1. Programas de treinamentos
  2. Pesquisa de clima com planos de ações
  3. Guia de cultura
  4. Diagnósticos culturais

Então, você já deve ter percebido que elas causam pouco (ou ) impacto nas organizações.

Isso acontece porque essas soluções são criadas para resolver problemas genéricos, como:

# Problema de comunicação
# Falta de produtividade
# Baixo engajamento
# Proatividade…

Na boa, dizer isso e dizer nada é a mesma coisa. E com isso, chegamos na fórmula placebo.

Problema abstrato + solução genérica = Nada acontece

Agora é o momento que a gente DIZ que TEM uma solução maravilhosa para resolver todos os seus problemas organizacionais.

Não vai rolar, e se alguém tiver te prometendo isso, foge!

A única coisa que podemos garantir é que você vai ter um mapeamento customizado que vai te ajudar na jornada de transformação organizacional.

O mapa de tensões é uma etapa que a gente usa no início da consultoria e por si só já é valioso porque organiza e revela as diferentes perspectivas que existem na organização.

Por isso, decidimos oferecer esse serviço separadamente para facilitar a vida de líderes e pessoas do RH que querem transformar suas organizações.

O que é o mapa de tensões?

É uma abordagem de pesquisa qualitativa baseada em narrativas que leva em consideração as histórias e perspectivas individuais. É um serviço que busca identificar, categorizar e entender os problemas e oportunidades organizacionais, permitindo abordagens mais efetivas.

O mapeamento envolve as seguintes etapas:

  1. Você acredita que as soluções de cultura convencionais não funcionam;
  2. Conversamos para dimensionar o mapa para sua organização e montar uma proposta de trabalho customizada;
  3. Fazemos um kickoff na sua organização e selecionamos as pessoas para entrevistar.
  4. Entrevistamos individualmente as pessoas escolhidas;
  5. Analisamos as transcrições das conversas, criamos o mapa, as hipóteses e experimentos.
  6. Apresentamos o resultado para toda a organização.

Após finalizado o processo, você pode escolher implantar os experimentos por conta ou contar com o apoio da Target Teal.

Além dos diagnósticos e pesquisas de clima

Os diagnósticos tradicionais e as pesquisas de clima se baseiam em métricas quantitativas e generalizações, negligenciando as experiências individuais e as histórias de cada pessoa. São altamente padronizadas, homogeneizantes e baseadas em temas pré-definidos.

Entenda as diferenças:

Diagnóstico Tradicional
Abordagem objetiva
Análises quantitativas e métricas (dados frios)
Foco em problemas e áreas de melhoria
Conduzido por especialistas externos
Ignora as perspectivas individuais
Padronizado e generalizável
Não leva em conta relações de poder e dinâmicas sociais
Identifica problemas de acordo com padrões e benchmarks genéricos
Mapa de Tensões
Abordagem subjetiva
Histórias e narrativas (dados quentes)
Foco em compreender as tensões e dinâmicas
Construído com a participação ativa das pessoas envolvidas
Valoriza a complexidade e diversidade
Rico e complexo
Reconhece a influência das relações de poder e dinâmicas sociais
Identifica oportunidades de intervenção com base em necessidades reais

A diferença na prática

Veja a diferença entre um plano de ação tradicional e um experimento com mapa de tensões. Lembrando que um mapa contém vários experimentos e este é apenas um exemplo.

Plano de ação tradicional

Encontrados por aí…

Implementar as seguintes ações:

  • Treinamento de lideranças
  • Práticas de Feedback
  • Espaços de cuidar / elaborar aprendizados
  • Acompanhamento de reuniões
  • Rituais que podem cuidar da transparência e comunicação fluida
  • Estimular atitude de dono
  • Desenvolver alta confiança
  • Delegação de metas
  • Gestão de conhecimento
  • Simplicidade e sem burocracias
  • Ambiente aconchegante para estimular o trabalho presencial
  • Sala de jogos
  • Fortalecer a cultura
  • Alinhar melhor

Com base nos 7 pilares abaixo:

  1. Sintonize com o ambiente competitivo
  2. Use o pensamento caleidoscópico
  3. Comunique uma visão clara
  4. Construa coalizões
  5. Trabalhe com times
  6. Persista e persevere até que os aprendizados se consolidem
  7. Faça com que cada um entenda a relevância do seu papel

Isso e nada é a mesma coisa 💩

Experimento com O mapa

Exemplo

Momento atual: A organização não possui um processo de feedback estruturado, o que gera dependência excessiva da área de gestão de pessoas e liderança.

Realidade desejada: A organização deve criar um processo de feedback efetivo e uma cultura de feedback contínuo, onde os colaboradores se sintam à vontade para dar e receber feedbacks em qualquer momento, sem medo de retaliações ou julgamentos.

Hipóteses:

  • Se houver um ritual de feedback bimestral ou trimestral, então a comunicação entre as áreas e indivíduos dentro das áreas será mais efetiva.
  • Se as pessoas tiverem um canvas de feedback para auxiliar o processo, então elas se sentirão mais confortáveis em dar e receber feedbacks.

Experimento: Criar um ritual de feedback trimestral entre as áreas e indivíduos. Utilizaremos um canvas de feedback anexo para auxiliar o processo.

Próximos passos:

  1. Criar um calendário para o ritual de feedback.
  2. Desenvolver o canvas de feedback.
  3. Comunicar a todos os colaboradores sobre o novo processo de feedback.
  4. Realizar treinamentos para os colaboradores sobre como utilizar o canvas de feedback.
  5. Coletar feedbacks dos colaboradores sobre a efetividade do ritual de feedback e do canvas de feedback.